sexta-feira

Cedro-rosa

Cedro-rosa
Nome científico: Cedrela fissilis Vell.

            Árvore endêmica do Brasil, não pioneira, decídua, da família Meliaceae, podendo chegar a uma altura de 35 metros, com tronco de até 90 cm de diâmetro, revestido por casca com ritidoma suberoso. Floresce de agosto a setembro, seus frutos amadurecem com a árvore totalmente desfolhada de junho a agosto. Não é recomendável fazer um plantio homogêneo com essa espécie devido ao ataque de brocas.
            Ocorre no Norte (Acre, Amazonas, Pará, Rondônia, Tocantins), Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Piauí, Sergipe), Centro-Oeste (Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso), Sudeste (Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo), Sul (Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina), em vegetação do tipo Cerrado (lato sensu), Floresta de Terra Firme, Floresta Estacional Decidual, Floresta Estacional Perenifólia, Floresta Estacional Semidecidual, Floresta Ombrófila (= Floresta Pluvial).

Ramos: ramos com lenticelas.
Folha: folhas alternas espiraladas, compostas pinadas, com 10 a 17 pares de folíolos, folíolos opostos/raramente alternos; de formato oblongo / lanceado; face abaxial da lâmina densamente pubescente.
Fruto: formato obovoide/obcônico com 5,5 a 9 raramente 11 cm de comprimento, seco deiscente e sementes aladas.

Saiba mais:

FLORES, T.B. Meliaceae in Flora do Brasil 2020 em construção. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://floradobrasil.jbrj.gov.br/reflora/floradobrasil/FB9990>. Acesso em: 15 Ago. 2017


LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas do Brasil, v.1, 6.ed. Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum, 2012. 266p.

Nenhum comentário: