sexta-feira

Ipê-felpudo

Ipê-felpudo
Nome científico: Zeyheria tuberculosa (Vell.) Bureau ex Verl.

            Árvore nativa, pioneira, semidecídua, e pertencente a família Bignoniaceae. Pode chegar a uma altura de até 23 m de altura, com tronco revestido por casca suberosa e espessa (até 5 cm, de até 60 cm de diâmetro. Floresce durante os meses de novembro a janeiro. A maturação dos frutos ocorre de julho a setembro.
            Ocorre no Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe), Sudeste (Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo), em vegetação do tipo Floresta Estacional Decidual.

Folhas: compostas digitadas, de até 60 cm de comprimento, com pecíolo de 20 a 25 cm; folíolos denso-pubescentes, em número de 5, o maior com 20 a 25 cm de comprimento, com a superfície interior esbranquiçada.
Inflorescência:  panícula terminal, densamente revestida por pubescência ferrugínea e pulverulenta, com flores marrom-amareladas de cerca de 2 cm de comprimento.
Frutos: cápsulas compressas, tomentosas, com sementes membranáceas aladas.

Saiba mais:
LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas do Brasil, v.1, 6.ed. Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum, 2012. 79p.


LOHMANN, L.G. Zeyheria in Flora do Brasil 2020 em construção. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://floradobrasil.jbrj.gov.br/reflora/floradobrasil/FB114468>. Acesso em: 22 Ago. 2017.

Nenhum comentário: