sexta-feira

Guantambú

Guantambú
Nome científico; Aspidosperma ramiflorum Müll. Arg.

            Árvore nativa, não pioneira, decídua, da família Apocynaceae, pode chegar até 30 m de altura com tronco até 80 cm de diâmetro. Floresce de setembro a novembro com a planta quase desprovida de folhas. Seus frutos amadurecem nos meses de julho a setembro.
Ocorre no Nordeste (Bahia), Sudeste (Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo), Sul (Paraná, Santa Catarina), em vegetação do tipo Cerrado (lato sensu), Floresta Estacional Semidecidual, Floresta Ombrófila (= Floresta Pluvial).

Folhas: elípticas a levemente obovadas, glabras, cartáceas, de 10 a 15 cm de comprimento por 4 a 6 cm de largura.
Fruto: tipo folículo piriforme, lenhoso, séssil e com lenticelas.


Saiba mais:
LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas do Brasil, v.1, 6.ed. Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum, 2012. 45p.


FLORA DO BRASIL. Aspidosperma in Flora do Brasil 2020 em construção. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://floradobrasil.jbrj.gov.br/reflora/floradobrasil/FB4532>. Acesso em: 16 Ago. 2017.

Nenhum comentário: