sábado

Pôncirus - Poncirus trifoliata

Nome popular: Pôncirus

Nome científico: Poncirus trifoliata
Família: Rutaceae


Olá linda árvore. Que nome os cientistas te deram? E como és conhecida nesta querência?
Meu nome é Poncirus trifoliata, sou da família das Rutáceas. Por aqui sou conhecida como pôncirus, laranja amarga ou planta dragão voador.

Tu és daqui ou de longe? E quais são os teus domínios?
Sou natural da Ásia, habitando originalmente a China e Coreia.

Em que tipo de ambiente tu gostas de viver?
Eu gosto principalmente de subtropical. Sou muito resistente à seca e ao frio, sendo bem adequada ao clima daqui de Bagé.

Estás crescendo. Até que tamanho tu podes atingir?
Eu cresço moderadamente, tenho pequeno porte, atingindo de 3 a 4 metros de altura. Tenho muitos espinhos nos meus ramos e copa arredondada e densa.

E como são tuas flores e frutos?
Minhas flores são brancas, e muito perfumadas. Meus frutos são amarelos, como pequenas laranjas. São comestíveis, apesar de serem bem amargos. Se quiserem produzir mudas de pôncirus utilizem as minhas sementes.
Como tuas folhas se comportam no outono?
Eu perco minhas folhas para economizar energia no frio. Mas não precisam me podar, porque depois minhas folhas crescerão novamente e não precisa varrer minhas folhas, porque elas viram adubo, alimentando nosso solo.

E falando sobre poda. Ela é necessária?
Em ambiente natural não precisamos de poda. Nas cidades as pessoas nos podam para que possamos conviver com a infinidade de coisas construídas pelo homem. Para a realização da poda é preciso ter autorização da Secretaria de Meio Ambiente de Bagé, para que os funcionários verifiquem se a poda é mesmo necessária. Uma poda inadequada pode me deixar muito feia e dodói, porque um galho mal cortado não cicatriza, ocasionando uma ferida exposta. Esta ferida é uma porta de entrada para umidade e organismos que me causam doenças, como fungos, cupins e outros. Além disso, os rebrotos que se formam após a poda se quebram facilmente, pois não tem ligação com o “esqueleto” da árvore. Por favor, cuidem de nós com carinho e respeito!

Tu és muito boa para o homem, mas muitas vezes o ser humano não é bom contigo. Que partes tuas são usadas pelo homem e quais os usos?
O ser humano me usa como porta-enxerto. Mas o que é porta-enxerto? O enxerto consiste em unir partes de plantas diferentes, resultando em uma só planta. O enxerto ou garfo dará origem a parte do tronco e da copa. Já o porta-enxerto formará o sistema de raízes. Esse “Frankenstein” é muito útil para a produção de plantas cítricas, como o limoeiro e a laranjeira. Eu sou muito resistente ao frio, a solos pobres em nutrientes, e algumas doenças, fornecendo essas características para as plantas formadas pelas mãos do homem.
Quando estou sem folhas meus ramos lembram um dragão voador. Como tenho muitos espinhos tenho sido usada como cerca viva defensiva.

BIBLIOGRAFIA CONSULTADA
https://pt.wikipedia.org (Acesso em julho de 2016)
https://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br (Acesso em julho de 2016)
http://thecitrusguy.blogspot.com.br (Acesso em julho de 2016)

Nenhum comentário: